ActiveRunner - Alexandre Diniz

Alexandre Diniz

 

Quarta (25/01/2017). Aproveitei que era feriado (Aniversário de Sampa) e chamei o Alexandre Diniz para um bate papo. Como ele tava de boa, deu até para sentar no Starbucks próximo à Avenida Paulista para um café. O cara além de correr muito é super simples e gente boa. Abaixo a resenha do bate papo!



Olá jovens (como ele costuma falar ahahah).
Começamos o bate papo no Starbucks da Akameda Santos. Eu pedi um Refresher e ele um Expresso.
Resolvi fazer as perguntas na base do improviso,
Comecei perguntando como ele começou a praticar corridas de rua.
Ele disse que, de tanto ouvir os colegas de trabalho falarem em corridas, ele resolveu correr também.
O cara corre desde 2007. Mas a primeira prova foi a XIII Troféu Cidade de São Paulo Carrefour Viver, no aniversário de São Paulo em 2010. Como não tinha noção de distância, se inscreveu nos 6 km. Mas se arrependeu depois pq sentiu que conseguiria fazer os 10 km tranquilamente.
No mesmo ano ele se inscreveu no Circuito das Estações Adidas - 10 km na qual terminou com o tempo de 51 mins.
No inicio não usava nenhum marcador (relógio, GPS e etc). Apenas calçava os tênis e mandava bala. Corria, trotava e caminhava sem um certo controle.
Nunca teve lesão. Mas é dos meus. Também não curte academias. Ahahah.
Fez durante 01 ano, há uns anos atrás para fins de fortalecimento e por causa de algumas provas de montanha. E também pq era do lado do seu trabalho. E isso melhorou o rendimento principalmente nas subidas, mas prefere fazer os fortalecimentos em percursos com grandes elevações.

Tempos em algumas distâncias:
05 km - 00:17 mins.
10 km - 00:37 mins.
21 km - 01:20 mins.
42 km - 02:54 mins.

A distância que o Diniz acha ideal é a Meia Maratona. A que ele acha mais confortável. Mas tem uma paixão por Maratonas por causa do desafio.
Locais de treino: USP e Ibirapuera. E às vezes pelas ruas de Sampa, principalmente quando a Av. Paulista é fechada aos domingos e etc.
Frequência dos treinos: de 03 a 04 vezes por semana de acordo com o trabalho.
Ainda sobre os treinos, não segue planilha nem assessorias esportivas.
O fera treina sozinho. E tem uma filosofia bacana sobre isso:

"A vida já tem um monte de metas, trabalho, regras e etc.. Tudo que se faz tem regras. E o que eu mais gosto de fazer é correr. E se tiver que seguir regras, planilhas e etc se tornam quase que uma obrigação. Tem dia que acordo de manhã, estou afim de correr 10 km. Outro dia estou afim de correr 21 km. E aí vai."

O interessante é que o Super Diniz não treina tiros (intervalos) pq não curte. Mas não abre mão dos treinos de volume (longos).
Segundo ele, sua velocidade se dá mais pelo próprio biótipo.
Treina com os amigos. Mas seu super parceiro é o Zé Eduardo (José Eduardo Motta Garcia).
O cara não tem patrocínios.
Teve apenas o apoio da Fila (marca esportiva) em 2016. Porém em 2017 ainda está em aberto.
Ele abre mão de muitas coisas para se dedicar às corridas (inscrição, viagem e etc). Ou seja, ele dedica parte da renda única e exclusivamente para as corridas.

Ele gosta de criar um desafio diferente todo ano, pois são os desafios que o faz evoluir como atleta e como pessoa. Ele gosta de se superar.

Estes foram os Desafios feitos pelo Diniz:
- Ano de 2013: 75K Bertioga o Maresias - The Survivors, dia seguinte, 10k prova 50° Volta da USP
- Ano de 2014: Sábado 75k Bertioga o Maresias - The Survivor, dia seguinte, 42k na Maratona de São Paulo.
- Ano de 2015: Desafio das 12 horas em Piracicaba. 65k concluídos com sucesso e o parceiro José Eduardo com 63k! Garantindo nosso 1° lugar no geral, desafio em dupla. Dia seguinte fiz a Maratona de São Paulo, 42k concluídos com sucesso!
- Ano de 2016: 11 Maratonas e 1 Ultra-maratona 75K Bertioga o Maresias - The Survivors.

E prá esse ano ele já se programou:
- Ano de 2017: 13 Maratonas e 5 meia-maratonas no período de 8 meses (clique para ver as provas).

Quando perguntado o que ele aprendeu com a corrida, ele falou o seguinte:

"Com a corrida eu aprendo todos os dias, as pessoas em minha volta são pessoas do bem. Busco aprender com todas elas. Sei que a corrida é um esporte que depende de você mesmo para conseguir algo. Mas dependo de todos que torcem por mim e me motivam para cada vez eu ir mais longe. Amo ajudar o próximo e fico muito feliz de ver meus amigos e parceiros de treinos alcançando seus objetivos. Agradeço sempre a todos os meus seguidores e a todas as pessoas que torcem por mim. Correr no limite do seu corpo nem sempre é gostoso. Mas ouvir uma pessoa gritar durante a prova VAI DINIZ me dá energias positivas. E é como se o cansaço e a dor fossem embora"

E pra finalizar, segue a dica do Diniz para quem está começando:

"Primeiro faça uma avaliação médica e siga a orientação de um nutricionista. Respeite seu corpo, dê cada passo de uma vez. Treine e treine e treine".

Obrigado Alexandre Diniz pelo bate papo.
Posso dizer que nesse pouco tempo batendo papo com vc aprendi muito!
E como sempre falo:
- Sou FÃ!

 



Fotos dessa entrevista - CLIQUE AQUI

 



Redes Sociais do Alexandre Diniz:

https://www.instagram.com/diniz79/
https://www.strava.com/athletes/8190719
https://www.facebook.com/alexandre.diniz.167
https://twitter.com/@adiniz79