ActiveRunner - Leandro Prates

Entrevista - Leandro Prates

 

Quarta (12/09/2007). Aproveite o dia de treino na Pista de Guarulho prá pegar o meu camarada Leandrão prá Cristo. Não só eu. Naval também. Após o bate papo, na qual gerou essa pequena entrevista, Navalzão puxou o cara prá cozinha. Leandro Prates, super Meio Fundista, simples, humilde, educado e etc. Esse é o cara!



Sua História

LEANDRO DE OLIVEIRA PRATES, natural de Vitória da Conquista/BA, começou como fundista e atualmente, *meio-fundista (vide explicação abaixo).
A primeira experiência na corrida foi no colégio onde jogava futebol, porém, como não conseguiu ir para a seleção do colégio para disputar os campeonatos internos, resolveu participar do recrutamento de pessoas para disputar corridas. Como estava com vontade de participar, colocou seu nome e correu. Além disso, foi o vencedor da prova. Com os pontos adquiridos, uma vez que o torneio era muito conhecido na cidade, onde englobava todos os colégios, começou a ser visto "com outros olhos", despertando assim o interesse maior pela corrida.
Essa foi a primeira experiência com corrida. Os treinos não foram de imediato. Quando começaram a aparecer provas na cidade, começou a treinar com um amigo e posteriormente a participar das provas. A cidade é Vitória da Conquista/BA.


Começou a treinar mesmo com 19 prá 20 anos, hoje está com 25 anos.
Iniciou nas provas longas (10, 15 km), em sua cidade. Depois foi se estendendo para outras, tipo Salvador...Recife...
No decorrer das competições e a necessidade de ter um treinador, foi que começou a treinar com o Luis Fernando (
FindYourself). Na verdade foi através de um anúncio numa revista que teve conhecimento da assessoria esportiva, e entrou em contato para iniciar os treinos. As planilhas de treinos eram passadas e Leandro treinava na sua cidade.

Após um tempo, Luis Fernando convidou ele para fazer uma experiência aqui em São Paulo. Seu intuito era vir prá SP para correr...ser um corredor, uma vez que na Bahia treinava e trabalhava.
Uma vez em São Paulo, começou a trabalhar numa fábrica de plástico. Trabalhava e treinava.
Com essa rotina, conseguia alguns pódios. Com esses feitos, conseguiram um patrocínio prá o Leandro, fazendo com que deixasse de trabalhar na fábrica de plásticos que estava até então.


Treinava e competia em provas de rua. Prova de 10 km, 12 km, Meia Maratona, etc, sempre prova longa e com tempo sempre bom.
Porém, de tanto participar e competir nessas provas de rua, Leandro começou a ter alguns problemas de saúde (cansaço, estafa, etc), fazendo com que sentisse mal durante as provas. Os primeiros prognósticos deram conta que era problema de coração. Foram feitos exames, porém os exames de atletas são diferentes dos demais, fazendo com que a notícia que o problema era no coração não fosse verdade.
Sabendo que não tinha nada de mais grave, resolvei retornar às pistas uma vez que o desempenho era melhor.

Por estar com o psicológico abatido por esses problemas de "saúde", deixou de correr provas longas e começou a treinar com o Marco Antonio Oliveira, atual treinador, onde passou a se dedicar mais nas provas de meio-fundo. Um dos motivos que trocou a Find pelos atuais patrocínios e treinador. Para se dedicar mais a essa modalidade, já que a Find estava mais voltada para provas de rua.


Segundo Leandro Prates, seu desejo de retornar às provas de rua é grande, pois a maioria dos seus amigos está nas corridas de rua. Mas será aos poucos. Sua prioridade agora é obter o índice olímpico nos 1500 metros para o próximo ano, pois está há 02 segundos do índice B e 04 segundos do índice A, para participar das Olimpíadas de 2008.
Prá tanto, haverá uma programação específica: Novembro e Dezembro em São Paulo e em Janeiro e Fevereiro no Chile.


Em relação ao calendário de Pistas, é diferente do calendário de Rua. Geralmente começa em Fevereiro e vai até Setembro. Fevereiro tem as primeiras competições. Por se tratar de base, os atletas não estão tão velozes ainda. Porém, o específico das provas de Pistas vai de Maio a Setembro (principais competições). Tal calendário é seguido por causa das provas realizadas fora do país. Em Fevereiro, provas de base aqui no Brasil. Março, Abril e Maio são competições aqui no Brasil, os grandes Meeting. E a partir de Junho, os atletas vão prá fora do país, pois é a data que começa a temporada Européia.

Um resultado que foi destacado por ele foi a medalha de prata ganha no Campeonato Sul-Americano disputado em São Paulo, uma prova "forte" com ótimo nível técnico. Em seguida foi segundo colocado no Campeonato Brasileiro Universitário no Sul. E depois, terceiro colocado na Liga Caribenha de Atletismo na Venezuela.

Principais Resultados no Ano de 2007

-- GP Sul-Americano em Santa Fé, ARGENTINA 1500 m, 1ª colocação, tempo de 3:43.
-- GP Sul-Americano em Mar Del Plata, ARGENTINA 1500 m, 1ª colocação, tempo de 3:45.
-- GP Sul-Americano em Buenos Aires, ARGENTINA 1500 m, 1ª colocação, tempo de 3:42.
-- Milha Internacional na cidade de Attnang-Puchheim, AUSTRIA, 1609 m, 3º colocado, tempo de 4:05.
-- Meeting Internacional na cidade de PEZENAS, FRANÇA,1500 m, 3º colocado, tempo de 3:43.
-- Meeting Internacional em ROMA, ITÀLIA, 1500 m, 2º colocado, tempo de 3:40.
-- Meeting Internacional em CONEGLIANO, ITÀLIA, 1500 m, 4º colocado, tempo de 3:41.
-- Campeonato Sul-Americano em São Paulo, 1500 m, medalha de prata, tempo de 3:43.
-- Campeonato Brasileiro Universitário em ITAJAI, medalha de prata, tempo de 3:42.
-- Troféu Brasil Caixa de Atletismo em São Paulo, 1500m, medalha de bronze, tempo de 3:46.
-- Liga Caribenha de Atletismo em CARACAS, VENEZUELA, 3ª colocação, tempo de 3:41.

Seus Principais Objetivos na Carreira
A curto prazo: Conseguir índice para disputar os jogos Olímpicos de 2008 nos 1500 metros;
A médio prazo: Em 02 anos - disputar distâncias maiores (5000 metros em pista e 10 km em rua) e
A longo prazo: 05 anos - iniciar treinamento para maratonas.

Equipe
Atualmente é Federado pela ONG SYMAP.
Uma Observação
Leandro Prates faz uma comparação entre as provas de pista no Brasil e no Exterior. No Exterior as provas de pista são mais valorizadas. Deu prá observar, ao participar de uma prova importante na França, que o estádio estava cheio, mesmo com os ingressos pagos. No Brasil, tem a principal competição que é o Troféu Brasil, que não é cobrado ingresso, é divulgado, e não se nota um bom público. Resultado da nossa cultura. Uma cultura muito voltada ao futebol, fazendo que os atletas de outras modalidades não sejam conhecidos. Ao passo que, no Exterior, as pessoas vão assistir futebol, mas também vão assistir outras modalidades como a do atletismo. E pagam prá assistir, ao contrário dos brasileiros. Uma realidade que está começando a mudar.
Diferença Entre Termos
Corridas de Velocidade: São competições disputadas nas distâncias de 100m, 200m, 400m, 400m c/barreiras, 110m c/barreiras (homens) e 100m c/ barreiras (mulheres). São feitos principalmente treinos de velocidade e trabalho de força e técnica.

Meio Fundo: São as competições disputadas nas distâncias de 800m, 1500m e milha (1609m). São feitos treinos que combinam tanto velocidade como também são feitas rodagens, mas em menor volume, para as competições mais longas.

Fundo: São as competições disputadas em distâncias superiores a 2000m. Requer treinos de tiro mas não tão intensos como para as provas de meio fundo, mas requer uma maior rodagem.




Fotos dessa entrevista - CLIQUE AQUI

 



Leandro Prates Oliveira

Atleta e Medalha de Ouro no Pan do México em 2011.